terça-feira, 18 de setembro de 2007

Será que eu compro ou não?



Uma câmera digital, um casaco, que eu nem preciso, aquela calça jeans tão bonita, quase igual à outra que já tenho, esse creme para o cabelo, esse anel, aquele brinco, essa blusa que talvez eu nunca use, esse vestido curto que vai ficar na gaveta, esse sapatinho...
Comprar não é uma terapia para mim, muitas vezes quando eu chego em casa, com compras, me dá vontade de chorar, porque sei que só ocultei problemas bem maiores. Assim eu vou mascarando as tristezas de um tempo que passou em branco, sentada aqui, trabalhando e olhando uma janela que mostra os confins do nada.
Ai como eu queria ser aquele cachorro! Correndo na chuva com um amigo. Será que é um amigo ou um amor? Será que eles estão perdidos ou sabem muito bem o que estão fazendo?
Eu não sei o que to fazendo!
Perdi meu tempo, deixei de correr na chuva, deixei de fazer publicidade, deixei de trabalhar com o que eu gosto, deixei de viajar, deixei a mãe em casa naquela noite de temporal e sai com que nem ligava para mim, deixei de fazer por mim e fiz pelos outros e olha ai, que beleza!
Hoje chorei no chuveiro pensando em tudo que eu quis e abri mão e também em tudo aquilo que eu corri atrás, sem me importar com o quão ridículo parecesse, e mesmo assim perdi.
Não trocaria por nada nessa vida um melhor amigo, um amor, uma horinha de conversa. Repetindo, como queria ser aquele cachorro!
Será que meus sonhos vão ficar só em sonhos mesmo?

Pro pessoal que prefere meu lado humorístico peço desculpas, acredito que é só um tempo ruim, logo passa.

5 comentários:

Anônimo disse...

Tá bom, tá bom, essa crise de identidade logo passa...
E quando passar voce vai ver não se deve levar a vida tão a sério assim!
Afinal de contas nós não passamos de um pequeno grão de areia, que vive num minúsculo planeta, que gira em torno de uma estrela de 5º grandeza, que faz parte de uma entre bilhões de galáxias, que navega numa imensidão cósmica que não tem fim.
Queria ser cachorro, é? Eu já quis ser gato. Já pensou voce correndo atrás de mim?

Magda disse...

hehehehehe
eu acho que seria um cachorro bonzinho e mongol�o, s�o meus preferidos :D

Fernanda Varela disse...

Amiga, todo mundo já teve o seu dia "se". Quando isso acontece comigo, eu paro, respiro fundo e começo a pensar em todas as coisas que aprendi até aqui. A gente que faz as escolhas, mas sempre tiramos algo de positivo delas! SEMPRE. Nem q seja não fazer de novo. Olha qto tempo eu perdi na reret? Mas qta coisa eu aprendi e qtas amizades eu fiz??

É graças a isso q nos conhecemos e só por isso já valeu mtoooo a pena!!

Vai uma mensagem do Chico Xavier que eu amo: "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim".

Fica bem miga! Te amodoro cadelona! hehehehe

Natali Rêgo disse...

aiaiai... Tapar os problemas com compras, com comida e com todo o resto so vai gerar mais problemas e ira virar uma bola de neve...
Tempo? O que é o tempo?... Vc faz o seu tempo, na vida a gente tem tempo pra tudo, o que seria uma perda de tempo é nos fazermos coisas que realmente sabemos que são percas de tempo...Sei q aquele cachorro ali passando se molhando na chuva parece tão sem problemas e ao mesmo tempo tao livre, mas ate ele se sentem só...e se depender de mim vc nunca estara sozinha =], calma XUXU isso tudo vai passar...Dias melhores viram! Beijossssss

Raquel disse...

Sabe que tudo acontece ao seu tempo?!?1 Hoje essa crise de "se" com toda certeza vai amadurecer algum pontinho ai dentro. .e daí.. tudo smepre se arruma ;) bjussssss